Publicado por: martaserrat | maio 14, 2009

CARTA AO MINISTRO CARLOS MINC

Carta ao Exmo. Sr. Carlos Mink – DD. Ministro do Meio Ambiente

Exmo. Ministro ativista em pro da Maconha.

Da varanda do meu apartamento observei toda a trajetoria da passeata pela liberação da maconha. É estarrecedor ver um ministro, representante de um governo, estar a frente de uma marcha tão funesta. Os defensores dizem que com a liberação da droga a violencia vai diminuir e o narcotrafico sofrerá um grande golpe. Discordo e acrescento que, assim como aconteceu com o alcool, que depois de liberado continuará levando desgraça para lares e ruas. Vai aumentar  os, já ,  numerosos casos de violencia doméstica, as vezes fatais, e causará milhões de vitimas no transito e afetando a saúde fisica e mental dos usuarios. Será que vão, enfim, criar o “maconhometro”? O que acontecerá se a maconha for liberada? Senhoras e senhores, ela abrirá caminho para a liberação do crack, da cocaina e servirá para uma degradação maior do que a que já temos, sobretudo, entre os jovens e “ministros”. Meus pesames Sr. Carlos Mink pelo seu exemplo e sede de votos. Se eu fosse o presidente o sr. já estaria na rua vestindo os seus coletes hipongos e cantando Bob Marley com um montão de becks na boca dos seus filhos. A proposito de filhos, visite de vez em quando velorios de mortos por drogas, visite clinicas de recuperação de drogados e conviva com os traficantes da erva. Se proibida causa tantos danos , imagine liberada!

Categorias